terça-feira, julho 18

Chegando na casa

Continuando a saga...
Sim, depois disso tudo eu consegui chegar meio-Olivia aqui na casa nova. Bem bonita, agradável, meu quarto é uma gracinha (o problema é a TV, que nao pega nunca por causa do cabo estragado... Mas ainda vamos consertar isso)! Tem TV, um som que só tem rádio e fita cassete (pensei que isso nem existisse mais, aber...), escrivaninha, armários, bláblablá. Assim que tiver a câmera tiro foto pra mostrar.
Como nao tinha ninguém em casa (já tinha vindo o caminho todo conversando com o Gastvater), resolvi cochilar um pouco, porque nao agüentava mais. Estava pra cair no chao a qualquer momento, que nem em The Sims (imagina a figuraaaa! Hahahaha!).
Quando a Gastmutter e a Kind chegaram foram lá me acordar e tudo o mais. Foi bem legal essa parte! Vi que a Gast é bem mais nova do que pensava (bem, eu sabia a idade, mas pela única foto deles que haviam me enviado ela aparentava ser feia e mais velha...). A Kind também foi um amorzinho nesse dia, tava envergonhada. Gostei da Gast, ela é bem mais prática, conversa sobre as coisas que me interessam (tipo a vida mesmo aqui, como é que as coisas funcionam, o que eu tenho e nao tenho que fazer, o que eu posso fazer... Enfim, me deixou mais à vontade).
Morrendo de fome e cansaco como eu estava (e, detalhe importantíssimo: SEM BANHO), eles ainda queriam sair pra comer! Ainda bem que a Gast teve o bom senso de notar que eu estava um caquinho e sugerir que pedíssemos comida (o que nao foi lá essas coisas, poisnem sabia o que pedir, como comer... Ai, que horrível! Acabou que eu comi pouquíssimo, de tanta vergonha que tava de tudo.).
E a hora de dormir??? Nossa, acho que nunca dormi tanto na minha vida. Quero dizer, eu já dormi por mais tempo, mas nunca um sono tao pesado! Quando acordei nem lembrava onde tava! Sim, isso acontece muito, mas nao quando é uma coisa assim! Afinal de contas, será um ano aqui, eu já devia estar mais do que acostumada com a idéia de acordar todo esse tempo em lugar que nao é meu quarto, nem minha casa.
Bom, no dia seguinte mesmo já fomos (eu, a Gast e a Kind) aqui pra me registrar. Ainda temos que ir em outra cidade pra pegar o visto permanente, em Eichstätt. Acho que vamos nessa semana ainda, ou na outra. Embora aqui seja Landkreis Eichstätt, a cidade mais grande mais próxima é Ingolstadt. É uma cidade medieval, conservaram até os muros. Tem muita coisa por lá! Na quinta-feira fiquei caminhando lá no centro comercial por umas 3 horas. É cheio de lojas, numas ruas que nao passam carros. É linda! E dá vontade de comprar tudo! Tem coisas muito diferentes, que a gente morre pra encontrar! E todas estao lá, bem na nossa frente! E as livrarias??? Dá vontade de morrer quando entramos em uma! Nao existe nenhuma pequena, todas sao do tamanho das que normalmente só temos em shoppings, e têm muito mais coisas. Lá dá pra achar de quase tudo; livros de crianca, entao... Uh! Por aí se vê que o pessoal aqui comeca cedo. E continuam com o gosto, porque nao passei por uma única livraria que estivesse vazia. Aproveitei e comprei o bendito dicionário: uma pequena fortuna, 30€! Quis dar uma facada no meu coracao! Ai! Um dinheiro tao poupado... Bom, mas fazer o que, teria que comprar mais cedo ou mais tarde. Agora, pensando bem, nao consigo ver como pude estudar 3 anos sem um dicionário decente.
Ah, também vi que as roupas aqui nao sao feias e nem tao caras. acha-se boas coisas por precos razoáveis. E, surpresa... Tem C&A aqui! Hahahahaha! Pois é, essas lojas pra massa nao sao exclusividade do Brasil. Só que lá vende até traje típico bávaro! Bem carinhos, aliás (por volta dos 90€).
À noite desse dia voltamos à Ingolstadt (é muito perto, uns 10 ou 15 minutos de carro) para ir num restaurante mexicano que é bem famoso aqui, o Sausalitos. Nao sei porque é tao famoso, pois a comida nem é lá grande coisa e é muito caro (o prato que eu comi, um pouco mais barato, era quase 10€). Aliás, já deu pra ver que as coisas essenciais sao caras, enquanto as mais supérfluas sao bem mais baratas, né? Bem, pra mim assim está bom, já que o essencial quem tem que me dar é a Familie e o supérfluo é que fica por minha conta... Hehehe!

Próximo post: o primeiro dia realmente de cuidados com a Kind, conhecendo o Opa e o episódio da cozinha... Nao percam!!! =P

4 comentários:

helenfreakingout disse...

Não acredito que não estamos juntas pra morrer numa livraria como sempre fazemos.
:(

700% de saudade!
Ich liebe dich!

Fefa disse...

IMANGINO o quanto você segurou o chilique(e só imagino na minha cabeça minúscula, porque ter uma idéia aproximada é demais pra mim) quando entrou naquelas livrarias...
Hahahahahahahahaha!
Biboids na cozinha eu não quero perder!
Te amo, te amo, te amo!
Beijokitchas saudosas!

Liu disse...

naum seja cruel e faça o favor de atualizar essa bagaça com rapidez! abdiquei da novela das oito pra acompanhar seu blogg!!! sua responsabilidade é ser melhor q o manuel carlos!!! huahahahhahaha! ate agora ta ficando bom, só acho q falta um pouco mais de sangue e sexo. onde estaum os louros bonitos e sensuais, heim???? e o q é das laben von olivia??

Liu disse...

eu sou casasemjanelas.... é q tive q fazer um blogg pra comentar nessa budega e como eu sou bastante sagaz fiz o trem todo errado. eu mereço o infâmia q sofro todos os dias.... ai, ai...