quarta-feira, agosto 30

Um dia sem fim

Pra estaria sendo um dia legal. Porque foi, só nao é porque acabou no momento que cheguei em casa. Explicacao? Bem... Eu nao sei quanto a você, entediado leitor desse blog, mas eu sou daquelas que continua falando que hoje depois de meia-noite e afirmo categoricamente que amanha vai ser só quando eu dormir e acordar de novo. Meu dia já está rendendo bastante, considerando que eu acordei às 7:30 e agora sao 12:44. Claro, nao se passaram apenas cinco horas entre um evento e outro, mas mais precisamente 29 horas e 15 minutos. Nao se confunda com os horários amalucados. Pra mim tudo é hoje desde ontem.
Na me admira que esteja nesse estado brutal de olheiras, pensamentos confusos, um frio desesperador, vontade de sair pra comprar uma barra de chocolate, um capuccino bem quentinho (a máquina dessa casa me stressa, nao quero mais fazer capuccino, capuccao, café ou batata frita nela!) e uns cookies. Ou muffins. Ou vontade de fazer tudo e naos fazer nada. Eu queria simplesmente sentar (ou melhor, deitar) na frente da tv, de preferência que eu estivesse deitada na minha cama, debaixo dos cobertores quentinhos, e que eu entendesse tudo o que se passa nos programas de tv. Ai, nao sei o que dá mais preguica: sair pra comprar alguma coisa ou tentar ver tv. Nesse leque de opcoes, fico com a internet e mais uma atualizacao no blog, que hoje acredito estar batendo o incrível recorde de ter dois posts tao próximos (no mesmo dia de acorod com o meu calendário???). Na verdade acho que o mais cansativo de tudo nesse dia que poderia receber o adjetivo alascal (de Alasca! Ho-ho-ho! Pff.) foi exercer a funcao de tradutora pra um casal. Meu deus, é cada coisa que se ouve aqui... Propostas de casamento, filhos... Ai, ai... Que canseira. E isso no meio da madrugada, quando eu nao conseguia nem mais pensar qual era a cor da laranja. Teve uma hora que eu simplesmente comecei a fingir que nao estava escutando. Lela e Fefa, por favor, vocês sabem como meu humor fica quando eu estou com sono! Vocês sabem! Eu sou outra pessoa! Sim, eu sou! Mas hoje nem foi questao de ser mal educada, mas sim de tentar dar educacao às outras pessoas! Nhá...
E parece que mil coisas acontecem de uma vez. Por exemplo, você estar conversando numa lanchonete e de repente escutar uma pessoa gritando de um computador: "Ei! Brasileiras? Nossa! Espera aí que eu já vou!". E lá vem mesmo... Pessoas que têm permissao moral e financeira pra largar trabalho pra fazer mochilao de 3 meses pela Europa na rota maconha, haxixe, cogumelo, bolinhas e "baladas" (eu já falei que odeio essa palavra? Bom, eu falo de novo. Eu odeio essa palavra!) merecem meu ódio. Que merda, e eu aqui como au pair?!?!?!?!?! Ao mesmo tempo eu acho engracado. Quando eu iria conversar com uma pessoas dessas no Brasil? Aqui, realmente, dá pra falar com todo tipo de gente. E a vantagem é pegar dicas sobre cidades, claro. É. Pessoas podem se divertir enfiando o nariz no pó ou pseudo-enfiandoonarizemlivrosdelínguasantigas, só nao fiquem o tempo todo me falando e tentando fazer disso o grande tema do momento. Vai falar disso com quem interessa, né nao? Tá, eu nao tô mais falando do brasileirinho sortudo da grana toda. Eu, sinceramente, preferia escutar ele falando sobre as alucinacoes dele do que escutar alguém lendo grego e latim pra mim e traduzindo. UÁTARRÉU???????? Além de ouvir outras baboseiras mais concernentes à nacionalidade das mulheres e seu aproveitamento sexual. Bah...! Sinceramente? I don't caree!!!!!!!! E só porque estou em terras estrangeiras nao quer dizer que vou feliz e saltitante ao encontro dos compatriotas. No way. Eu posso ter ficado mais tolerante, mas nao fiquei burra. Nao cheguei ao ponto de dizer que o ambiente faz a música e te faz também. Existem os influenciados e as famosas (que tamem podem ser famosOS, por que o preconceito?) "maria vai com as outras".
Olha (óoolha!!!!! hahahahaha! Lembra, Lela?), nem eu mais sei o que tô falando. Quero dizer, é claro que eu sei, mas nao tô preocupada em estabelecer muita coerência, nao. Se bem que eu acho que se alguém presente no dia de hoje da minha vida (que frase horrorosa!) ler isso aqui vai entender bastante do que tô falando. Talvez eu devesse até deletar, mas fodas. Deletei do meur orkut, talvez tenha sido à tempo. Sei lá, tem gente muito fucadeira. Eu sou uma, mas nao estamos aqui pra discutir a moral nas minhas acoes e sim nas dos outros (porque eu sou perversa, faladeira e quero atingir um nível seinfeldiano, embora eu ache quase impossível, pois teria que pensar com muita antecedência os diálogos, o que provavelmente acabaria sendo igual àquele filme que o Villalta passou, "Ridículo", lembram? Mauro, Rony e Lélia, as pessoas q talvez leiam isso aqui e já eu espero já tenham visto o filme.). É, o blog é sobre mim. Sobre as minhas impressoes das pessoas, sobre os comentários que euu quero fazer. Enfim, o que importa é o que eu quero, porque sou egoísta e reconheco (o que nao é um passo para a "cura").
Nossa, e eu que esqueci hoje minha carteira no banheiro do Burger King da Hauptbanhof?!?!?!?!?! Eu quase me degolei!!!!! O frio cortante, nao, congelante, irritante, insuportável, com muito vento e chuva ainda por cima e tao frio (isso porque de acordo com o calendário climático nós estaríamos no verao. ajf) que eu parecia uma fumante com cigarro invisível pelo meio da rua, correndo pra pegar minha carteira de volta e quase chorando porque tinha que ir eeeeeeee voltar (DUAS vezes o caminho do mármore do inferno - cho que entendi, porque o mármore é geladinho, né? E se é infernal, deve ser geladaco, que nem tava hoje de madrugada).
Ai, que noite estressante. Enrolei o máximo que eu pude pra chegar aqui só quando o Gast já tivesse saído pra trabalhar, o que significa que cheguei às 8:30 da manha, quase morrendo de tanto frio, com as maos tao ressecadas que até comecaram a descascar.
Ah, uma das partes boas dessa madrugada mais que anormal foi conversar pela camerrrrraaaa! Huohuohuó! Quem nao estava no msn de terca pra quarta perdeu! Bleh! Sejam mais vagabundos e fiquem à toa na net dia de semana, é o conselho que eu fou para todos que quiserem falar comigo (mentira, esse foi um caso extremo, eu nunca estou na net de madrugada, aqui nao pode). No entanto, um agente secreto tem registros desse acontecimento. No entando eles sao arquivos sigilosos e só poderao ser abertos ao público daqui há 50 anos (você tá lendo isso, hein, pessoa?!?!?!?!?!?!?!?! Só você tem as provas das minhas olheiras e do meu cabelo que daqui a pouco já vai comecar a me transformar em Maria Mercedes! Guarde esse documentoooo!!!!!). Na citarei nomes para que ninguém caia em tentacao de ofertas exorbitantes para essa minha imagem. Nao quero minhas fotos circulando em email de título: "Celebridades famosas sem maquiagem".
Ai, cansei.

3 comentários:

Lela do Bairro disse...

MARIA MERCEDES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

Eu li tudo e rolei de rir, mas eu não sei o que falarrrrrrrrrrrr!
Depois eu voltarei, vou ler denovo e organizar (no bloco de notas, claro, pq eu não vivo sem ele!) os tópicos pra comentar que nem gente depois, porque ser gente tá difícil pra mim, ultimamente. Estou JOGADA no Brasil, não tô dando a mínima pra porcaria nenhuma e quero ter uma metralhadoraaaaaaaaaaaa pra acabar com tudo aquilo que me irritar, mesmo que seja um mosquito. Um tiro de metralhadora num mosquito.

Ai, alguém me tira daquiiiiiiiiiiii!

Nunca mais vou terminar mandando beijos, falando que tô com saudadade ou que te amo, então

JKVBSDIOK. SALSINHA TEMPERADA

Fefa disse...

Ok, so...
Tá, digamos que fibra ótica nunca foi o meu forte, até pq eu sou um pouco tapada mesmo. É de nascença, não tem jeito.
Mas algumas coisas eu consegui entender, Pegando no tranco meu cérebro até que funciona normalzinho. Dá pra levar. Então, eu também, assim como a Lela, gostaria de falar milhões de coisas, te recomendar outras tantas e morrer de dar xiliques absurdamente enorrrrmes, mas eu parei de tentar dar uma de mãe depois que eu vi, apesar de tudo, vc está bemmmmmm, se divertindo, gostando, amando e aaaaahhhh, MEU DEUS!!! Não me esquece a carteira assim nos lugares! Q q c tem na cabeçaaa?????
Mocinha, vê se compra um bolsa, ou põe a carteira num lugar não esquecível! E vê se se agasalha direito! Se eu ficar sabendo que vc gripou, aaah, menina, vai terrr!!!
HUAHAUHAUAHUAHUAHAUHAUAHU!!!
Ai Padim Padi Ciço!

Ah, it seems that a crise do 'terceiro período' bateu na lelóids também! Mas, aviso aos navegantes. Promessa é dívida e eu cobro juros! Faça o favor de voltar no tempo prometido. Se quiser, pode ficar um milésimo de segundo a mais, mas só pq eu gosto da Lela. E pq eu sou mto boazinha. Pq, pelo jeito, eu vou ser a única encalhada no Brasil pra sempre-empre-empre na minha vida. Sim, eu vou acabar escrevendo no Jornal da Pampulha pro resto da minha vida. E minha função, porvavelmente, será de escrever óbitos. É, óbitos.

Epa, mas peraí! O que que eu tô falando? Isso é comentário, Fernanda, comentário pra sua amiga de longe, lembra? Aquela do cabelo engraçado (desculpa, mas não tinha como não fazer piada sobre isso. Seu cabelo? Ficar ruim? Nem por feitiço das Bruxas de salém!)...então! Ela mesma!


Ay... meu tempo acabou...aula de inglês wainting for me. Hummm. Outra piada me surgiu, mas por hoje chega.

Diferentemente da Lela (olha eu cutucando a onça!!! HUHAUAHUAHU), eu vou continuar me despedindo com Beijos e eu te amo. Já que vc pode esquecer e cabe a mim te lembrar. Então:

BEJOSSSSS!!!! TE AMUUUUU!!!!!!!!!

Saturnino disse...

Sua foto já está circulando, mas num ambito mais reservado dos seus amigos.
Bjon"zon"!